segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Tarte de Caju, Coco e Figo

A semana passada foi dia de festa em casa dos meus sogros. A minha sogra festejou mais uma primavera e, como habitual, festeja com toda a família, que ficam já avisados, é enoooormeeeee :) Nestes dias, gosto sempre de ajudar com um docinho e costumo sair-me sempre bem. Mas eram doces carregados de açúcar e tudo o que nos fazia mal. Como sabem, mudei muito nesse aspecto e não seria fiel a mim mesma se, evitando tanto o açúcar e tudo o que é menos saudável, levasse para uma festa uma "bomba"!
 
Desde que entrei no mundo Instagram (para quem ainda não segue, toca a fazer uma visita aqui), tenho tido conhecimento de coisas deliciosas e a Helena Mazza regalou os meus olhinhos com esta receitinha que se segue :) Foram feitas algumas alterações, mas o resultado final foi DELICIOSOOOOOO
 
 
 
Base
- 1 cup de farinha de amêndoa
- 1 cup de coco ralado
- 4 c. sopa de óleo de coco derretido
- 2 c. sopa de mel (adicionar mais se for necessário mais liga na massa)
- 2 c. chá de canela em pó
 
Recheio
- 2 cup de caju (demolhado pelo menos uma hora)
- 2 c. chá de essência de baunilha
- 2 c. sopa óleo de coco derretido
- 2 c. sopa de mel
- 1 lata de creme de coco (ou 1 cup de leite de coco)
 
 
 
Para a base:
Misture todos os ingredientes com as mãos.
Espalhe a massa numa forma de fundo amovível.
Leve ao frio por 15 minutos.
 
Para o recheio:
Bata no liquidificador todos os ingredientes, até obter um creme branco homogéneo.
Despeje o recheio sobre a base e leve ao frigorífico até ao momento de servir, no mínimo 20 minutos.
Decore com metades/rodelas de figos frescos.
 
 
 

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Crepes de Alfarroba e Mirtilos

Há já algum tempo comprei o Pequeno Buda da Iswari, de Mirtilo Mágico. Esta mistura permite a elaboração de papas para o o pequeno-almoço ou lanche dos mais miúdos (e os graúdos também não perdoam, ahah), mas a minha intenção foi comprar para misturar em panquecas, crepes, bolos e afins, até porque na constituição tem açúcar de coco e, apesar de ser um açúcar saudável, não deixa de ser açúcar, devendo ser evitada a sua ingestão por crianças tão pequenas como o J.
 
Para mim mirtilo e chocolate faz todo o sentido, melhor, no meu pensamento de agora, mais saudável, claro, mirtilo e CACAU, mas ainda não ofereci cacau ao J. Uns falam em oferecer a partir dos 12 meses, outros dos 24, por isso, como ainda não me debrucei bem sobre o assunto, vou optando pela alfarroba. E foi assim que surgiram estes deliciosos crepes, simples, fofos e maravilhosos!
 
 
 
 
- 3 ovos de galinhas felizes
- 1 banana da madeira
- 3 c. sopa de água
- 1 c. sopa de óleo de coco
- 1 c. sopa de Pequeno Buda de Mirtilo Mágico
- 1/2 cup de farinha de aveia
- 1 c. chá de farinha de alfarroba
- 1 c. café de bicarbonato de sódio
 
 
Misturar todos os ingredientes com uma varinha mágica.
Espalhar porções da massa numa frigideira anti-aderente e deixar cozer de ambos os lados.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Gelados de Coco e Lima

Neste Verão o J. também teve direito a gelado! É normal (eu fico um bocado chocada com isto) ver os pais a oferecer gelados aos filhos, daqueles gelados de compra. Mas já leram o rótulo desses gelados? Quantos ingredientes escritos em "grego" encontramos? Há dias estava a comer um e resolvi ler o rótulo... MEU DEUS!!! Não conheci nem um terço dos ingredientes.

Enquanto conseguir ter controle sobre isso, quero fazer os gelados do J., aliás, os nossos gelados cá em casa. Os primeiros encontrei na página da Sofia, "Uma Colher de Papa" e decidi usar os mesmos ingredientes, apenas com alteração na quantidade de ingredientes.

Mham mham...!!!



(...para cerca de 6 gelados)
- 400ml de leite de coco (1 lata)
- 2 limas (raspa e sumo)
- 4 c. sopa de mel
- 1/4 cup de coco ralado


Coloque todos os ingredientes num liquidificador e misture durante aproximadamente 3 minutos.
Coloque a mistura em formas de gelado e leve ao congelador, pelo menos por 8 horas.



quinta-feira, 6 de julho de 2017

Bolachinhas Paleo de Amêndoa

Qualquer mãe sabe o quão importante é andar "munida" de snacks e snackzinhos na mochila dos bebés. Em qualquer altura estão mais agitados e nada como uma bolacha para sossegar o bichinho da fome! O J. adora as galetes de arroz sem sal. Costumo comprar das biológicas de arroz integral, ou então de mistura de cereais. Mas, coitadinho, embora sejam óptimas (sabem a pipoca!), sempre o mesmo já satura, se não o bebé, a cabeça da mãe. O tempo para lhe fazer bolachas não tem sido muito, mas esta receita que vi da Mamã Paleo achei tão simples, que decidi fazer. Foi num abrir e fechar de olhos


- 3 gemas
- 100 g de farinha de amêndoa
- 1 + 1/2 c. sopa de óleo de coco
- 1 c. café de fermento em pó (uso biológico)
- 1 c. sopa de mel, bem cheia


Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Bata bem as gemas, juntando de seguida os restantes ingredientes, até obter uma massa consistente e maleável.
Coloque a massa entre duas folhas de papel vegetal e, com a ajuda de um rolo de cozinha, estenda até ficar com cerca de meio centímetro de espessura.
Corte com a forma desejada.
Coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao forno por 7 a 10 minutos.

Fonte: receita do blogue Mamã Paleo


quinta-feira, 29 de junho de 2017

Muffins de Aveia e Canela

Ser mãe não é tarefa fácil!

Caramba!, não me lembro da última vez que tive tempo para dedicar a mim mesma, só sei que foi antes do J. nascer. Perdia-me em séries, ler livros e... bem, que saudades de limpar a casa e fazê-lo numa manhã! Agora, os dias são pensados à volta daquele pequenino ser que num piscar de olhos está a crescer, a ficar um safadinho que me deixa os cabelos em pé e isto apenas com 15 meses. Mas olho para ele e mando as séries à fava (embora não me importasse de de vez em quando ter um tempinho), digo à casa que se lixe e abraço o meu mundo resumido naquela pestinha!

E, como sempre, os pequenos-almoços também são pensados e inspirados no J. Ontem tropecei nesta receita! Era de bolo, mas decidi fazer uns muffins, por se comerem com mais facilidade! DE-LI-CI-O-SOS!!!



(... para 6 muffins)
- 3 ovos de galinhas felizes
- 80g de flocos de aveia
- 1 c. sobremesa de canela
- 10 tâmaras ao natural sem caroço*


Coloque todos os ingredientes num recipiente e triture com a ajuda da varinha mágica.
Coloque pequenas porções numa forma para muffins, anti-aderente.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 15 minutos.

*por aqui usamos as tâmaras naturais. São biológicas, compradas na Celeiro, em que o único ingrediente é tâmara, sem adição de açúcares ou conservantes

Fonte: receita do blogue "Os Segredos da Lazita"

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Bolo de Frutos Secos (sem lactose, glúten e açúcar)

Há dias, um casal amigo convidou-nos para jantar em sua casa. Como manda a boa etiqueta, não gosto de aparecer de "mãos a abanar" e gosto sempre de levar um bolinho ou uma sobremesa, nem que tenha que comprar.

Quem nos segue sabe como os nossos hábitos alimentares mudaram com a introdução do J. na alimentação, tanto a nível de sal, como de açúcar, comidas processadas, etc. Então este bolo não poderia ser excepção!

Quando quero algo sem açúcar e o mais natural possível, nada como dar uma espreitadela no grupo do Facebook Paleo Descomplicado. E adorei esta receita (da Filipa Goufa), apenas fiz algumas alterações et voilá...

(p.s. - peço desculpa pela fotografia não ser do bolo, mas foi feito nos meus sogros, cheia de pressa e, por isso, não houve tempo para fotos, eheh)


- 1/2 cup de amêndoa com pele
- 1/2 cup de nozes*
- 1/4 cup de sementes de girassol
- 2 c. sopa de coco ralado
- 1 c. chá de fermento em pó
- 2 c. sopa de açúcar de coco
- 1 c. sopa de azeite**
- 1 laranja (sumo)
- 4 ovos de galinhas felizes
- 2 cenouras raladas


Comece por triturar os frutos secos, as sementes e o coco raldo. Reserve.
Num recipiente junte os ingredientes secos.
Adicione a mistura anterior e reserve.
Bata os ovos, as cenouras, o sumo de laranja e o azeite.
Vá adicionando, aos poucos, à mistura de ingredientes secos.
Coloque numa forma anti-aderente e leve ao forno pré-aquecido a 170ºC, durante 40 minutos. Nos primeiros 20 minutos, mantenha a massa tapada com papel de alumínio.

* pode ser cajus
** ou óleo de coco




segunda-feira, 12 de junho de 2017

Muffins de Caju e Aveia

Já há algum tempo que não usava o forno para fazer uns muffins! Quando o J. era mais pequeno, não morria de amores por muffins e acabava por ser sempre a mãe a ter de comer tudo (que peninha 😂). Mas como já vos disse mais atrás, os gostos dele melhoraram, felizmente!, pois facilitou, e muito, os pequenos-almoços.

Há dias comprei no Lidl uma embalagem de cajus, nem sei bem para quê, acho que só porque me apeteceu. Foram ficando esquecidos no armário e hoje que tive um pouco mais de tempo antes do J. acordar, decidi usá-los nos muffins. Ficaram uma delícia, posso dizer!


(... para cerca de 10 muffins)
- 5 ovos de galinhas felizes
- 1 banana madura
- 1 cup de flocos de aveia finos
- 1/2 cup de cajus
- 1 c. chá de fermento em pó (usei biológico)


Misture todos os ingredientes com a ajuda da varinha mágica, até obter uma mistura homogénea. Coloque porções da massa em formas para muffins (a minha é de silicone, daí não ser necessário untar) e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 10/15 minutos.