terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Coroas de Nutella

Aqui na família temos um verdadeiro menino Jesus - o meu sogro! No dia 25 de Dezembro festejamos um verdadeiro aniversário, com muita alegria e a casa cheia de família, não fosse este menino Jesus ter oito filhos, apesar de não poderem estar todos. Aos filhos juntam-se os netos e é uma verdadeira festa. Os aniversários nesta altura são sempre diferentes, uma vez que na mesa não se veem os tradicionais rissóis, batatas fritas, etc., mas os deliciosos doces típicos desta época natalícia. Eu adoro contribuir para o recheio da mesa em qualquer festa e esta não foi excepção, com umas deliciosas bolachas de lavanda (em breve a receita!) e coroas de Nutella.
 
Hoje deixo-vos com a receita das coroas...
 
 
 
(...para 8 coroas)
- 120 ml de leite quente
- 50g de manteiga
- 50g de açúcar
- 1/2 saqueta de fermento seco
- 1 ovo + 1 gema para pincelar
- 350g de farinha
- 1 pitada de sal fino
- Nutella q.b.
- açúcar em pó q.b.
 
 
Junte a manteiga amolecida com o açúcar e mexa.
Adicione o leite, de forma a dissolver bem os ingredientes anteriores, juntando, de seguida, o fermento e o ovo. Bata com a ajuda de um fouet.
Adicione, aos poucos, a farinha e o sal e amasse.
Deixe levedar durante 20 minutos, num local morno e seco.
 
 
Pré-aqueça o forno a 50ºC.
Divida a massa em 8 partes iguais e, numa superfície polvilhada com farinha, estenda cada parte num formato rectangular.
Barre com a Nutella na quantidade desejada (eu aconselho uma quantidade bem generosa!) e enrole o lado maior, para obter cilindros compridos.
Corte na longitudinal e enrole em trança, para depois formar um círculo.
Pincele com a gema de ovo e leve ao forno até dobrar de volume.
Aumente a temperatura para 180ºC e deixe dourar, vigiando sempre para não queimar.
Retire do forno e, depois de arrefecer, polvilhe com o açúcar em pó.
 
Delicie-se
 
Fonte: receita retirada do blogue "Sabores com Contraste"

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Bolachas Leopardo

As sobremesas são coisa rara aqui pelo blogue. Não porque não goste de as fazer e muito mais de as comer... Mas há dias o facebook sugeriu uma receita que captou logo a minha atenção, só pelo padrão da bolacha. O M. há algum tempo que me andava a pedir para fazer bolachas e achei que estas seriam perfeitas para lhe fazer uma surpresa!
 
 
- 250g de farinha 
- 125g de açúcar em pó 
- 125g de manteiga com sal 
- 1 c. chá de extrato de baunilha
- 1/2 c. café de sal 
- 1 ovo 
- 20g de amêndoa moída 
- 2 c. chá de chocolate em pó 
- 4 c. sopa de cacau em pó
 
 
Numa taça, coloque a farinha, o açúcar, o sal, o extrato de baunilha e, no meio, o ovo e a manteiga amolecida.
Amasse com as pontas dos dedos, misturando todos os ingredientes até conseguir formar uma bola. Se a massa continuar a agarrar, vá juntando mais um pouco de farinha.
 
Divida a massa em três porções, sendo uma das três um pouco maior que as outras duas.
Na parte maior misture a amêndoa moída.
Noutra parte misture as duas colheres de chá de chocolate.
Na parte restante, misture as quatro colheres de sopa de chocolate em pó.
Agora, siga o passo a passo aqui, para saber como formar o padrão leopardo.
Envolva o rolo em pelicula aderente e coloque no congelador para endurecer, com o cuidado de não deixar congelar.
Aqueça o forno a 180ºC.
Forre um tabuleiro com papel vegetal.
Corte o rolo em fatias com aproximadamente meio centímetro e disponha no tabuleiro.
Leve a cozer cerca de 15 a 20 minutos.
Retire do forno e deixe arrefecer.
 
 Delicie-se
 
Fonte: receita retirada do blogue "Coco e Baunilha"
 
 

 

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Tarte de Maçã com Crumble

Bem, ao fim de quase um mês sem dar notícias, hoje chega mais uma receita bem docinha. Para aqueles dias em que a fruta começa a perder qualidade na fruteira e temos de a usar rapidamente para não se estragar, esta é a sugestão!
 
 
 
Para a tarte:
- 1 rolo de massa folhada
- 8 maçãs laminadas
- 150g de açúcar amarelo
- 1 c. sobremesa de canela
 
Para o crumble:
- 150g de manteiga sem sal, à temperatura ambiente
- 150g de açúcar amarelo
- 150g de farinha
- 150g de amêndoa moída (opcional)
 
 
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Coloque a massa folhada numa tarteira com fundo amovível.
Envolva a maçã com o açúcar e a canela e coloque sobre a massa folhada, de forma uniforme.
Para fazer o crumble, misture todos os ingredientes com as pontas dos dedos, formando uma farofa grossa.
Cubra as lâminas de maçã com esta mistura.
Leve ao forno durante 40 minutos, até ficar dourada.
Retire do forno e espere que arrefeça para desenformar.
 
Delicie-se
 
Fonte: receita adaptada do site "A Cozinhar"
 

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Filetes de Cavala com Couscous à Bolhão Pato

E parece mesmo que me começo a redimir com a cozinha. É bom estar de volta, procurar novas receitas na internet e ir criando coisas deliciosas. Há um blogue que gosto de pesquisar de vez em quando, uma vez que tem receitas diferentes com sabores tão familiares. A receita que hoje vos trago junta o tão oriental couscous com o sabor tão português do "à Bolhão Pato". Vejam só!
 
 (...para 2 pessoas)
- 3 cavalas
 
- 1 copo de couscous
- 2 copos de água
- 1/2 cebola média picada
- 2 dentes de alho picados
- 1/2 cup de miolo de mexilhão
- Sumo de limão
- Coentros frescos, a gosto
- Sal e pimenta
- Azeite
 
 
Filete as cavalas, retirando as espinhas com a ajuda de uma pinça. Tempere com sal e pimenta e reserve.
Cubra o fundo de uma caçarola ou de um tachinho com azeite, junte a cebola picada e deixe alourar. Adicione o alho, deixando alourar.
Junte o mexilhão e a água.
Tempere com sal e pimenta e adicione o sumo de limão (a gosto). Lembre-se que é importante conseguir os sabores das ameijoas à Bolhão Pato. Deixe ferver.
Num recipiente coloque o couscous e os coentros picados e, de seguida, adicione o preparado anterior. Tape com um pano e deixe repousar, até o couscous ter absorvido toda a água.
Entretanto, aqueça um fio de azeite num grelhador e coloque os filetes de cavala, primeiro com a pele virada para baixo. Deixe dourar de ambos os lados.
Com a ajuda de um garfo, mexa o couscous, para soltar.
 
Bom apetite
 
Fonte: receita adaptado do blogue "O Cabaré do Goucha"


terça-feira, 13 de outubro de 2015

Pataniscas de pota

Bem, isto é que foi estar ausente! Pois é, assuntos pessoais que me têm mantido bastante afastada do blogue. Não que tenha deixado de cozinhar, porque isso para uma "dona de casa" é coisa que nunca pode acontecer, mas a minha "veia" culinária não me anda a inspirar muito. A vontade de novas experiências tem-se mantido em "low profile" e só agora tem voltado a surgir. A semana passada, aconteceu num dia em que me apetecia tudo menos carne e quanto ao peixe, dispensava as habituais receitas da praxe, até porque na hora em que pude ir às compras já havia pouca escolha. De repente, surgiu-me uma enorme vontade de pataniscas, mas bacalhau é coisa que dispenso absolutamente e o M. dispensa o atum. Ora então, porque não experimentar pota? A pota é muito parecida com o polvo, se comprarem em tentáculos, ou então como a lula, quando compram das mais pequeninas. No meu ponto de vista, aprovadíssima!
 
 
 
- 600g de pota ou tentáculos de pota
- 100g de farinha
- 1 c. café de fermento em pó
- 2 ovos
- 5cl de cerveja
- 1/2 cebola
- Salsa fresca
- Sal e pimenta
- Óleo (para fritar)
 
 
Coza a pota em água com sal. Quando estiver cozida, retire e reserve.
Num recipiente misture a farinha, o fermento, os ovos, a cerveja, a pimenta e o sal. Junte a cebola e a salsa picadas, assim como a pota cortada em pedacinhos pequenos.
Aqueça o óleo numa frigideira e, quando estiver quente, frite o preparado em pequenas porções. Deixe fritar de ambos os lados, até ficar dourado. Retire e coloque sobre papel absorvente.
Sirva com arroz de feijão.
 
Bom apetite
Fonte: receita do blogue Cinco Quartos de Laranja



sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Tarte de Cuajada com Chocolate

E parece que estou de volta. Após tantos dias ausente devido a férias do dia-a-dia e férias da cozinha, voltei para vos trazer uma receita deliciosa que ficou prometida há bastante tempo na minha página no Facebook. Não tenho andado muito virada para o cozinha, por motivos pessoais, mas antes de ir de férias fiquei com algumas receitas pendentes e a que se segue é uma delas. O aspecto exterior não ficou como desejava, mas garanto-vos que o sabor ficou perfeito!


Base:
- 200g de bolachas (usei as "torradas")
- 50g de manteiga à temperatura ambiente

Creme:
- 250g de chocolate para culinária
- 2 saquetas de cuajada "Royal"
- 1 litro de leite
- 70g de açúcar


Rale a bolacha e misture a manteiga, até obter uma farofa. Coloque numa forma com fundo amovível e leve ao frigorífico.
Dissolva a cuajada no leite, junte o açúcar e leve ao lume, até ferver. Junte o chocolate partido em pequenos pedaços e vá mexendo, até derreter completamente.
Coloque o creme por cima da base de bolacha e leve novamente ao frígirífico, pelo menos 4 horas.

Momentos antes de servir, desenforme e decore a gosto.
Delicie-se

Fonte: receita do blogue Alquimia dos Tachos

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Quinoa com Cogumelos e Tomilho

Confesso que aqui por casa não confecciono muitos pratos vegetarianos. Não é por falta de interesse, muito pelo contrário, mas a única oportunidade é quando o M. não está por casa, afinal, ele é Minhoto e o que seria dos Minhotos sem a carne. Por aqui, a cozinha vegetariana é pouco aceite, por isso, só quando cozinho apenas para mim tenho oportunidade de novas experiências vegetarianas. Desta vez, decidi-me pela quinoa, a qual é rica em proteínas, importantes para o desenvolvimento dos músculos.

(...para 2 pessoas)
- 1/2 cup quinoa
- 1 cup água
- 1 c. sopa de azeite
- 250g de cogumelos frescos
- 2 dentes de alho
- 1/2 c. chá de tomilho seco
- Sal e pimenta
- 2 c. sopa e queijo parmesão ralado (opcional)


Deixe a quinoa a demolhar em água de um dia para o outro.
Retire e passe por água corrente, mexendo, por forma a retirar todas as impurezas e substâncias indesejadas.
Ferva a água num tacho. Adicione sal e a quinoa e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos. Mexa com um garfo e reserve.
Coloque o azeite numa frigideira e deixe ferver. Adicione os cogumelos previamente lavados e laminados, o alho picado e o tomilho. Deixe cozinhar por cerca de 5 minutos, mexendo ocasionalmente.
Junte a quinoa e rectifique os temperos, tendo em atenção que a quinoa já foi cozida em sal.
Se desejar, polvilhe com queijo parmesão.

Bom apetite



sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Cheesecake com base de Oreo e coulis de Kiwi

Começamos a semana com uma delícia para o pequeno almoço e vamos terminá-la com mais uma delícia, mas desta vez para qualquer altura do dia. Digamos que adoro fazer esta sobremesa por vários motivos: o primeiro, é super fácil de fazer (já não sabem que é o meu critério de eleição?), segundo, porque é deliciosa e terceiro, porque onde quer que passa, angaria fãs para o clube. A acidez do kiwi ligada ao doce da bolacha Oreo só podia dar nisto!


Coulis:
- 2 kiwis
- açúcar em pó q.b.

Base:
- 1 pacote bolachas Oreo
- 50g de manteiga amolecida

Recheio:
- 200g de Philadelphia
- 200ml de natas frescas
- 4 folhas de gelatina
- 100g de açúcar em pó


Com uma varinha mágica, reduza os kiwis descascados em puré. Junte o açúcar em pó a gosto. Reserve no frio.
Triture as bolachas e junte a manteiga. Misture bem até obter uma massa homogénea.
Coloque numa forma com fundo amovível e calque muito bem, com a ajuda dos dedos e de uma colher. Leve ao frigorífico enquanto faz o recheio.
Coloque as folhas de gelatina a demolhar em água fria. Reserve.
Com a ajuda de um fouet, misture bem o queijo com metade das natas e o açúcar em pó.
Aqueça um pouco a outra metade das natas e derreta as folhas de gelatina devidamente escorridas. Junte ao preparado anterior e misture bem.
Coloque na forma onde já colocou a base e leve ao frigorífico para solidificar.
Na altura de servir, cubra com o coulis.

Delicie-se

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Overnight Oats com Nutella, framboesas e amêndoas

Alguém por aqui já experimentou as famosas Overnight Oats? São super fáceis de fazer, uma vez que se combinam todos os ingredientes num frasco e se deixa no frigorífico durante a noite, para depois devorar ao pequeno-almoço. Um pequeno-almoço diferente, mas carregado de sabor, que nos permite uma panóplia de combinações de sabores. Decidi experimentar dois dos meus ingredientes favoritos: chocolate e framboesas. O resultado foi delicioso!

- 1/3 cup de leite de soja
- 1/3 cup de flocos de aveia
- 1/3 cup de iogurte grego
- 1/2 cup de framboesas
- 2 c. sopa de Nutella
- 1 pitada de sal
- Framboesas, Nutella e amêndoas para decorar


Num frasco com tampa, misture todos os ingredientes, excepto os que vai usar como topping.
Mexa com uma colher, feche o frasco e agite.
Coloque no frigorífico e deixe repousar até ao dia seguinte.
Decore com as framboesas, as amêndoas e a Nutella.
Delicie-se

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Pudins de Côco e Lima

Há bastante tempo que ando para experimentar as delícias que se seguem. Andei a marinar a receita algum tempo, umas vezes por falta de ingredientes e outras por falta de lembrança, no meio de tantas outras que queria experimentar. Mas há dias que me apeteceu uma sobremesa diferente e foi dia de passar à acção. Depois de algumas alterações falhadas, lá acertei nas quantidades e lá consegui adaptar da receita original.

De há uns tempos para cá que a lima tem feito parte da minha despensa. Confesso que até uso mais lima que limão. Tem um sabor citrico e ao mesmo tempo adocicado, que confere um contraste de sabores maravilhoso. Imaginem agora juntar côco? Ai ai que delíiiiiciiiiaaaa...


 (...para 6 mini-pudins)
- 150ml de leite de soja
- 200ml de leite de côco
- 2 c. sopa de mel
- 3 folhas de gelatina
- Raspa e sumo de 1 lima
- Fruta a gosto


Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Reserve.
Misture todos os ingredientes, excepto a gelatina, num tacho e leve a lume brando, mexendo bem até engrossar.
Retire a gelatina da água, esprema bem e junte ao preparado anterior.
Coloque numas forminhas de silicone e leve ao frio por, pelo menos, 3 horas.

Desenforme e sirva com acompanhamento a gosto. Eu servi com puré de morango, framboesas, amoras e um cubinho de côco seco.

Delicie-se  

Fonte: receita adaptada do blogue A Cozinha da Ovelha Negra

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Salmão com Citrinos

Cada vez me sinto mais atraída por receitas saudáveis, repletas de ingredientes com imenso benefícios para a saúde. Os blogues de receitas saudáveis multiplicam-se no meu computador e, daqui a pouco, não tenho espaço para tantos "marcadores" de páginas.

Sabemos que o salmão é conhecido pelo benefício que traz para a saúde, sendo um peixe carregado de Ómega, redutor de colesterol e benéfico para a saúde do nosso coração. Tenho aprendido a gostar de salmão, juntando ingredientes deliciosos. Saber onde comprar o salmão também é importante e quando ele é do mar e da Noruega, mham mham...


- 3 postas de salmão
- 1 laranja
- 1 lima
- 1 limão
- 2 dentes de alho
- 2 c. sopa molho de soja
- 1 c. sopa de Maizena
- Água
- Azeite
- Sal e pimenta


Numa frigideira, aqueça o sumo da laranja, da lima e do limão, juntamente com o molho de soja. Adicione o alho picado.
Dissolva a Maizena com um pouco de água numa tigela. Junte na frigideira. Mexa e deixe engrossar um pouco. Retire do lume.
Aqueça um pouco de azeite num grelhador.
Tempere o salmão com sal e pimenta e coloque no grelhador. Na parte que ficou para cima, pincele metade do molho que preparou anteriormente. Quando estiver um dos lados grelhado, vire e pincele com a outra metade do molho.

Bom apetite

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Pudim de Chia com Fruta

Tal como a aveia e o abacate, a semente de chia é mais um ingrediente que está na moda, associada a receitas saudáveis. Há muito que andava para experimentar esta semente, uma vez que constantemente me cruzava com receitas de pudins deliciosos. Mas sempre que olhava para o preço desistia de comprar. Há dias encontrei as sementes em promoção e lá as trouxe e descobri que, mesmo sendo caras, acabam por render bastante, uma vez que incham e se usa pouca quantidade de cada vez. Ao lanche costumo comer cereais, mas estou tentada a pôr os cereais de parte, uma vez que cada vez mais tenho noção da quantidade de açúcar que possuem, mesmo sendo "saudáveis". Então, decidi fazer um lanche delicioso com as sementes. Digam lá se aliar o saudável ao delicioso não é perfeito?

As sementes de chia são ricas em fibra, ómega e ácidos gordos, provoca sensação de saciedade, desintoxicam o organismo e reduzem a ansiedade.


(... para 1 dose)
- 1/3 cup de leite vegetal (usei de soja)
- 1/3 cup de iogurte grego sem açúcar
- 2 c. sopa de sementes de chia
- 2 c. chá de mel (opcional)
- 1/2 c. café de sal fino
- Fruta a gosto (usei morangos, nectarina e cubinhos de côco) 


Numa tigela, junte o leite, o iogurte, o mel e o sal e misture bem.
Adicione as sementes de chia e misture bem. Tape com película aderente e leve ao frigorífico por, pelo menos, 1 hora.
Retire do frigorífico e mexa com uma colher. Coloque a fruta por cima.

Delicie-se

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Ovos Recheados com Abacate, Sumo de Lima e Iogurte

O abacate é um fruto muito "in"! Já todos por aqui sabem que gosto de experimentar alimentos novos, principalmente quando são referidos como alimentos saudáveis. Diz-se por aí que o abacate tem propriedades anti-inflamatórias e ajuda na redução do colesterol. Então, lá parti eu à descoberta de receitas simples e aparentemente deliciosas e o resultado foi este...




- 5 ovos
- 1 abacate
- 1 lima (sumo)
- 1 c. sopa de iogurte grego (sem açúcar)
- Pimenta
- Coentros ou salsa


Coza os ovos durante cerca de 10 minutos. Passe por água fria, descasque e reserve.
Abra o abate ao meio, retire o caroço, descasque e, com a ajuda de um garfo, reduza a puré.
Junte o iogurte, o sumo da lima e a pimenta. Misture bem.
Abra os ovos ao meio e, com a ajuda de uma colher de café, retire as gemas. Misture ao preparado anterior.
Recheie a clara do ovo com o puré e polvilhe com coentros ou salsa picada.

Bom apetite

Fonte: receita retirada do blogue Na Cozinha de uma Universitária

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Vitela Estufada com Camarão

Depois de algumas refeições fora de casa, o que queremos mesmo é uma comidinha caseira e reconfortante. Aqui em casa associo conforto a comidas recheadas de sabor, que nos aquecem a alma e nos fazem sentir mesmo em casa. Mais uma vez, vitela associamos sempre a estufados, eu pelo menos associo, mas cansa fazer sempre a mesma coisa - vitela estufada com ervilhas. Então resolvi juntar o camarão (coisa que sabia que ficava bem pois já experimentei) e desta vez o pimento e as tão famosas ervilhas. O resultado? Mham mham... Mais uma ideia para levar na sua BentoBox da SmartLunch



(...para 2 pessoas)
- 500g de carne de vitela
- 20 camarões
- 1 cup de ervilhas
- 1/2 cup de pimentos vermelho, amarelo e laranja
- 4 c. sopa de polpa de tomate
- 1 cebola picada
- 1 folha de louro
- 1 cerveja de 25ml
- Água
- Azeite
- Tabasco
- Sal

Corte a carne em cubos e tempere com sal. Reserve.
Num tacho, aqueça um pouco de azeite, junte a folha de louro e a cebola picada e deixe cozinhar até a cebola ficar dourada. Junte um pouco de água (apenas para cobrir o fundo) e adicione a carne. Deixe cozinhar por um pouco, até ficar toda castanha.
Adicione a cerveja, a polpa de tomate os pimentos cortados em pedacinhos, as ervilhas, tempere com o tabasco e deixe levantar fervura. Tape o tacho e deixe cozinhar até a carne estar macia. Acrescente água, se necessário, ao longo da cozedura.
Cerca de 10 minutos antes de desligar o lume, adicione os camarões, alguns descascados e outros com casca. Rectifique os temperos.

Bom apetite

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Papas de aveia com pêssego do Paraguai, framboesas e morangos

Há já bastante tempo que ando para experimentar as famosas papas de aveia, muito em moda no que se refere a pequenos-almoços saudáveis. Da aveia eu já sabia que gostava, afinal todos por aqui conhecem as minhas misturas deliciosas com iogurte e fruta variada, agora em papa é que já era outra história. Mas há dias a Ovelha Negra partilhou uma receita que me pareceu super simples e bastante deliciosa e lá parti eu à aventura!

P.S. - Podem (e devem) experimentar com diversas frutas. Ah, e os morangos são caseiros (os meus morangueiros estão a crescer de vento em popa!)!


- 200ml de leite de soja (pode usar de aveia)
- 100ml de flocos de aveia
- 1 c. chá de mel (opcional)
- 1 pêssego do Paraguai maduro
- Framboesas e morangos para decorar


Leve o leite a lume brando juntamente com o mel. Deixe levantar fervura.
Junte os flocos de aveia, mexa e deixe cozinhar por 3 minutos.
Adicione o pêssego esmagado, envolva e deixe cozinhar mais 1 minuto.
Coloque numa tigela e decore com os morangos e as framboesas.

Eu prefiro comer depois de arrefecer!
Bom apetite

Fonte: receita adaptada do blogue A Cozinha da Ovelha Negra

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Coq au Vin Blanc

Sou uma grande fã de coq au vin, principalmente quando é feito pela minha mãe. É um prato que demora algum tempo a confeccionar, mas que, no fim, fica delicioso. Há dias tentei fazer algo semelhante, mas de uma forma rápida e simples, tal como eu gosto.


(...para 2 pessoas)
- 1/2 frango em pedaços
- 50g de manteiga
- 1 cebola
- 2 dentes de alho
- 100g de presunto
- 250g de cogumelos frescos
- 40cl de vinho branco
- Azeite
- Sal e pimenta
- Salsa fresca


Aqueça o azeite e derreta a manteiga numa frigideira com tampa. Coloque os pedaços de frango, já lavados, e deixe alourar em todos os lados. Retire da frigideira e reserve.
Na mesmas frigideira, coloque a cebola picada e o presunto cortado em tirinhas e deixe cozinhar até a cebola ficar macia. Junte o alho picado, deixe cozinhar por 30 segundos e retire tudo da frigideira. Reserve.
Junte os cogumelos cortados em fatias grossas e deixe fritar por 5 minutos. Adicione a cebola, o presunto e o frango e mexa bem. Junte o vinho e deixe ferver. Reduza o lume, tape e deixe cozinhar por cerca de 25 minutos. Se necessário, rectifique os temperos, tendo em atenção que o presunto já confere um sabor salgado.
Decore com a salsa picada.

Bom apetite

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Tirinhas de Bife com Laranja e Gengibre

Por vezes, a nossa inspiração na cozinha tende para um certo tipo de gastronomia. Segunda-feira partilhei convosco uma receita asiática deliciosa e hoje farei o mesmo. As tirinhas de bife que me fazem lembrar a vaca na chapa dos restaurantes de comida chinesa, o molho de soja, juntamente com o sabor adocicado da laranja e o aconchego do gengibre, fazem uma combinação perfeita, que nos leva novamente a terras orientais.


(... para 2 pessoas)
- 250g de bife muito fininho
- 2 c. sopa de maizena
- 3 c. sopa de molho de soja
- 1 c. sopa de vinagre de arroz
- 2 c. chá de alho em pó
- 1 c. chá de gengibre ralado
- 1 laranja média (raspa + 1/4 cup de sumo)
- Azeite


Corte os bifes em tiras com uma largura de, aproximadamente, 2 centímetros. Espalhe numa travessa, regue com uma colher de molho de soja e polvilhe com a maizena. Coloque no frigorífico por 45 minutos.
Com a ajuda de um descascador, corte tirinhas de casca de laranja. Esprema o sumo até obter a quantidade desejada.
Num recipiente, coloque as restantes colheres de molho de soja, a raspa e o sumo da laranja, o vinagre de arroz, o alho e o gengibre ralado, mexendo muito bem.
Aqueça um pouco de azeite numa frigideira e coloque as tirinhas de bife. Deixe fritar por cerca de 3 minutos, até ficarem douradas de cada lado.
Na mesma frigideira, coloque o molho que fez anteriormente e deixe cozinhar até o molho ficar um pouco mais espesso, mexendo de vez em quando. Retire do lume e regue as tiras de bife com este molho.
Sirva com arroz basmati ou thai jasmine.

Bom apetite

Fonte: receita adaptada do blog Table for Two

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Frango Asiático com Cogumelos e Bróculos

Quinta-feira foi dia de irmos ao chinês... Ou será que foi o chinês que veio até nós? Pois é, cá por Ponte da Barca ou Arcos de Valdevez não há restaurantes de comida chinesa, apesar de lojas não faltarem. Eu admito que já fui mais adepta desta gastronomia, uma vez que com tantas notícias sobre a origem da carne usada nos restaurantes me deixou desconfiada, o que resultou em pedir gambas sempre que vou ao restaurante. Mas gostar, ai lá isso gosto bastante. Então, é como o ditado de Maomé e da montanha e não havendo restaurante aqui, fazem-se estas delícias cá por casa.



(...para 2 pessoas)
- 1 peito de frango grande
- 1/4 cup de farinha
- 1 cup de água + 1/3 knorr de galinha
- 1/4 cup de mel
- 1/4 cup de molho de soja
- 1/2 c. sopa de gengibre
- 2 c. chá de alho em pó
- 1 cebola
- 6 raminhos de bróculo
- 150g de cogumelos frescos
- Azeite


Corte o peito de frango em cubos e coloque num recipiente. Junte a farinha e envolva bem. Retire o frango e coloque num recipiente limpo, deixando os excessos de farinha no recipiente anterior.
No recipiente com a farinha, junte a água, o caldo knorr, o mel, o molho de soja, o gengibre ralado (sem pele) e o alho em pó. Mexa bem com um fouet.
Aqueça o azeite numa frigideira e junte o frango, cozinhando até ficar dourado. Retire e reserve.
Junte mais um pouco de óleo na frigideira, adicione os brócolos cortados em bocados (no comprimento), os cogumelos e a cebola fatiados. Mexa bem e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos.
Adicione o molho e deixe cozinhar por mais 2 minutos, mexendo sempre. Junte o frango e envolva tudo muito bem. Deixe cozinhar até o molho engrossar.
Sirva com arroz Basmati ou Thai Jasmin.

Bom apetite

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Fêveras no Tacho com Batatinhas

Há já alguns dias que não venho aqui deixar uma receita. A semana passada foi agitada, devido ao feriado. Fomos ao Porto passar o Dia de Camões, o que me afastou um pouco da cozinha, para além dos outros dias em que tive de fazer jantares rápidos, o que me impossibilitou de experimentar novas receitas e partilhar convosco. Mas hoje voltei e com uma receita que, a meu ver, está carregadinha de sabor. Adorei mesmo!



(... para 2 pessoas)
- 4 fêveras de porco
- 400g de batatinhas
- 100g de bacon
- 1 cebola grande
- 2 dentes de alho
- 1,5dl de vinho branco
- 1 c. sopa de pimentão doce
- Azeite
- Sal e pimenta


Coloque água com sal numa panela e leve a ferver. Lave as batatas e coloque, com casca, no tacho, deixando cozer por cerca de 20 minutos. Depois de cozidas, deixe arrefecer e retire a pele. Reserve.
Tempere as fêveras com sal e pimenta. Coloque um tacho no lume com azeite e, depois de quente, junte as fêveras, deixando cozinhar até estarem douradas de ambos os lados. Retire do tacho e reserve.
Pique a cebola e os alhos, corte o bacon em tiras e adicione tudo no tacho onde fritou as fêveras. Deixe cozinhar até a cebola ficar macia. Acrescente o pimentão doce e o vinho e deixe ferver.
Coloque novamente as fêveras, junte as batatas e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos, agitando o tacho de vez em quando.

Bom apetite

Fonte: receita adaptado do site Lidl


terça-feira, 9 de junho de 2015

Porco com Paprika, Cogumelos e Natas

E mas que calor que teima em estar por aqui! Eu sou uma rapariga do frio, ou melhor, definitivamente não sou uma rapariga de calor! Hoje o termómetro do carro chegou aos 34,5ºC e eu só desejava estar dentro de uma piscina ou atirar-me para o Rio Vez ao olhar para aquela água tão limpinha e com um ar tão mas tão fresco. Os nossos almoços na varanda acabaram, com o calor que se faz sentir, e ficamos só pelos jantares. Como o apetite diminui sempre com este tempo, acaba sempre por sobrar alguma coisa que se pode levar na marmita para o almoço no nosso local de trabalho.



(...para 2 pessoas)
- 400g de carne de porco
- 200g de cogumelos frescos
- 1 c. sopa de paprika
- 1 c. chá de tomilho seco
- 1 lata pequena de tomate pelado
- 1 cebola pequena
- 1 dente de alho
- 100ml de natas
- 1/2 cup de água
- 1/4 de caldo Knorr de galinha
- Azeite
- Sal e pimenta


Corte a carne de porco em cubos. Coloque num recipiente e tempere com a paprika, o sal e a pimenta.
Aqueça um pouco de azeite num tacho. Quando estiver quente, coloque os cubos de carne e deixe dourar de todos os lados.
Retire a carne e junte os cogumelos cortados em pedaços grossos, deixando alourar. Retire do tacho e reserve juntamente com a carne.
Coloque mais um pouco de azeite e a cebola picada. Deixe alourar. Junte o alho picado, o tomilho e o tomate pelado cortado em pedaços, juntamente com o sumo da lata, a água e o caldo Knorr. Mexa bem e deixe o molho engrossar um pouco.
Adicione a carne e os cogumelos, mexa e deixe cozinhar por mais 10 minutos.
Desligue o lume e adicione as natas, mexendo até obter uma cor homogénea.

Bom apetite

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Filetes de Cavala à Meunière

Nunca tinha experimentado cavala na minha vida. Para mim era daqueles peixes que olhava e pensava "Fazer como? Cozida? Huuuummmm, não...", e passava à frente. Nem imaginava o que perdia sempre que assim pensava. A cavala é um peixe rico em Ómega 3 e, muito importante nos tempos de hoje em que abdicamos de muita coisa na nossa mesa devido à famosa crise, é um peixe baratinho. Como há dias estava em promoção no supermercado, decidi que "era desta"!






- 6 filetes de cavala
- 1/2 limão (sumo)
- Salsa fresca
- 2 "nozes" de manteiga
- Farinha
- Sal e pimenta


Comece por temperar os filetes com sal.
Numa frigideira, derreta a manteiga.
Misture a farinha com pimenta e uma pitada de sal. Passe os filetes e coloque na frigideira, deixando dourar (cerca de 2 minutos de cada lado).
Esprema o sumo de limão sobre os filetes e polvilhe com a salsa picada.
Para acompanhar, umas batatinhas cozidas, salteadas com alho, e brócolos cozidos.

Bom apetite

sábado, 6 de junho de 2015

Filetes de Dourada com Lima e Couscous

O M. ontem almoçou em casa, coisa que não é, de todo, comum. O tempo de almoço fica sempre apertado, por isso pensei numa refeição rápida e leve, uma vez que os dias de calor intenso têm persistido e a vontade de comer refeições leves também. Das coisas mais rápidas que conheço é grelhar peixe e acompanhar com couscous que se faz em 10 minutos. Esta receita também é perfeita para fazer ao jantar neste fim-de-semana.


(...para 2 pessoas)
- 1 copo de couscous
- 1 copo de água
- 1/4 cup de pimento vermelho/amarelo/ laranja 
- 1/4 cup de milho
- 1/4 cup de ervilhas
- 1/4 cup de cebola
- 1 c. chá de açafrão
- Sal
- Azeite

- 4 filetes de dourada
- 2 c. sopa de manteiga
- 1 c. chá de coentros
- 2 limas
- Sal e pimenta
- Azeite


Tempere os filetes de dourada com sal e pimenta. Reserve.
Aqueça a água com um pouco de sal e deixe ferver. Coloque num recipiente o couscous e, quando a água tiver fervido, verta sobre o couscous. Tape com um pano e deixe repousar por 5 minutos, até o couscous ter absorvido toda a água.
Entretanto, aqueça um fio de azeite numa wok. Junte a cebola picada e deixe alourar. Junte os pimentos cortados em pedacinhos, o milho e as ervilhas e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos.
Solte o couscous com a ajuda de um grafo e junte na wok. Adicione o açafrão e mexa bem, de forma a uniformizar a cor. Se necessário, junte mais um pouco de azeite. Reserve.
Aqueça um fio de azeite num grelhador. Coloque os filetes de dourada com a pele virada para baixo e deixe grelhar por 2 minutos de cada lado. Retire do grelhador e reserve.
No mesmo grelhador, junte a manteiga, o sumo das limas e os coentros, mexendo bem. Regue os filetes com este molho.

Bom apetite

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Salmão com Mel e Batatinhas na Prata

Adoro peixe, mas confesso que salmão nunca foi o meu forte. Acho um peixe muito gordurento e com um sabor muito próprio. E qual a forma mais comum de fazer salmão? Em posta grelhada, o que piorava ainda mais a situação, uma vez que deixava um cheiro pela casa que parece que penetrava em todo o lado e teimava não sair. Então, escusado será dizer que, desde que casei, fiz uma única vez salmão aqui em casa e jurei nunca mais. Mas já diz o velho ditado que "quem mais jura mais mente"! Numa das minhas pesquisas pela internet descobri uma forma de confeccionar salmão bastante interessante e achei que poderia experimentar por duas razão: primeiro, achei que os ingredientes usados cortariam o sabor forte do salmão, segundo, não era grelhado, o que permitiria não deixar cheiro pela casa. Além disso, é uma receita super simples e saudável, tanto pelo Ómega 3 presente no salmão, como pela forma como é confeccionado.


Para acompanhar, bróculos cozidos e umas batatinhas novas confeccionadas exactamente da mesma forma: assadas em papel de prata .


(...para 2 pessoas)
- 500g de batatinha nova
- 3 c. sopa de azeite
- 1 c. sopa de tomilho
- 2 c. chá de alho em pó
- 1 limão (sumo)
- Sal e pimenta

- 4 lombos de salmão
- 1 c. sopa de azeite
- 1 c. sopa de vinagre de vinho branco
- 1 c. sopa de tomilho
- 3 c. chá de alho em pó
- 1/4 cup de mel
- Sal e pimenta


Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Lave muito bem as batatinhas e corte em 4 partes. Corte 3 folhas de papel de alumínio, de forma a conseguir fechar bem no final. Divida as batatas pelas folhas, em partes iguais.
Numa tigela, misture o azeite, o tomilho, o alho, o sumo do limão, o sal e a pimenta e mexa bem. Com a ajuda de uma colher, espalhe por cima das batatas, em partes iguais. Feche o papel de prata muito bem e leve ao forno num tabuleiro, durante 15 a 20 minutos.
Corte 4 folhas de papel de alumínio e coloque os lombinhos, um em cada folha. Tempere com sal e pimenta. Numa tigela, misture o azeite, o vinagre, o mel, o tomilho e o alho e mexa bem. Espalhe por cima dos lombinhos em proporções iguais. Feche o papel de alumínio e leve ao forno num tabuleiro, durante 10 a 15 minutos. O tempo também depende da grossura dos lombinhos.

Bom apetite

Fonte: receita retirada do blog Damn Delicious


quarta-feira, 3 de junho de 2015

Frango frito

Há dias que nos apetece comida menos saudável, comida que faz realmente mal à saúde mas imensamente bem à alma. O M. não é muito de desejos, desde que esteja bom e a refeição lhe saiba bem está tudo ok, mas estas semana recebi uma mensagem a pedir frango frito para o jantar. Nunca tinha feito tal coisa, não por não saber, até porque sou daquelas pessoas que acredita que tudo é simples tendo pelo menos uma receita à mão, mas porque acho uma refeição extremamente calórica, tipo "ir ao shopping e comer fast-food". Mas como ele nunca pede nada, seria uma maldade não lhe fazer a vontade desta vez.

Queria algo diferente e que fosse mais além de meter o frango numa fritadeira com óleo, e o resultado foi o que se segue. Experimentem e digam lá se não é divinal!



(...para 2 pessoas)
- 1/2 frango
- 1 limão
- 1 c. sopa de alho em pó
- Sal e pimenta
- Tabasco
- 1 ovo
- 50ml de leite
- Farinha


Lave e corte o frango em pequenos pedaços e retire a pele. Coloque num recipiente e tempere com o alho em pó, o sal, a pimenta, o tabasco e o sumo de limão. Deixe marinar por uma hora ou mais.
Coloque o óleo a aquecer numa fritadeira. Entretanto, misture numa tigela o ovo com o leite. Coloque a farinha noutro recipiente. Passe os bocadinhos de frango pela mistura de ovo e leite e depois pela farinha. Quando o óleo estiver quente, coloque o frango e deixe fritar até que comece a flutuar no óleo e que esteja bem dourado.
Nota: é importante que os ingredientes da polme (farinha, ovo e leite) estejam frios, para que o frango fique estaladiço. Deixe os ingredientes no frigorífico enquanto o frango marina.
Sirva com umas batatinhas fritas com salsa.

Bom apetite
Fonte: receita adaptada de Receitas & Coisas (sem glúten)


segunda-feira, 1 de junho de 2015

Fêveras com Vinho do Porto

Sou daquelas pessoas que tem necessidade de inventar todas as semanas novas refeições; que gosta de pesquisar blogues e mais blogues para fazer o plano de jantares todas as semanas; que gosta de "viajar" pelo Pinterest e encontrar imagens de receitas inspiradoras, que, por si só, abrem o apetite; que gosta de receber um elogio do maridinho por cada nova receita posta sobre a mesa... Sou, sobretudo, uma pessoa que gosta de cozinhar, adaptar receitas e sentir aqueles que amo felizes quando provam aquilo que cozinho.

Em todas as casas portuguesas não pode faltar uma garrafa de vinho do Porto. Na nossa não falta! Aliás, o que gostam as pessoas de oferecer aos senhores pela altura das festas Natalícias e de Ano Novo? Vinho do Porto! O M., por norma, não bebe vinho do Porto, então eu nem se fala, pois não sou lá grande apreciadora de bebidas alcoólicas, mas que sabe tão bem quando adicionado numa receita, lá isso sabe. E é dessa forma que junto o Vinho do Porto ao meu gosto pela cozinha.



(... para 2 pessoas)
- 4 Fêveras de porco
- 300g de cogumelos frescos
- 1/2 cup de Vinho do Porto
- 1/2 cup de água
- 1/4 caldo Knorr de galinha
- 1 cebola
- 1 dente de alho
- 2 c. sopa de manteiga 
- 1 c. sopa de alho em pó
- 1 c. sopa de tomilho
- Azeite
- Farinha
- Sal e pimenta


Comece por aquecer o azeite e a manteiga numa frigideira.
Num prato, junte a farinha, o alho em pó, o sal e a pimenta, misturando muito bem. Passe as fêveras pela farinha, sacudindo o excesso e coloque na frigideira. Deixe fritar de cada lado, até ficarem douradas. Retire e reserve.
Na mesma frigideira, junte os cogumelos e deixe fritar um pouco. Acrescente a cebola cortada às rodelas, o alho laminado, o Vinho do Porto, a água, o caldo Knorr e o tomilho e deixe cozinhar, até a cebola estar macia (cerca de 7 minutos).
Junte novamente as fêveras, tape com um testo e deixe cozinhar por mais 3 minutos.

Bom apetite

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Lulas e camarão com limão e azeitonas

Não me considero uma pessoa muito esquisita, mas uma verdade é que os meus gostos são sempre diferentes das outras pessoas: peço sempre coca-cola sem gelo e limão, hambúrgueres e sandes sem tomate, nos pratos mistos do restaurante peço sempre sem fiambre, não gosto de bacalhau (serei a única portuguesa?) e não sou lá grande apreciadora do Verão. Vá, eu gosto de Sol, mas 30 e tal graus para mim é demais, e os dias aqui pelo Alto Minho têm-se revelado abrasadores. Mas estes dias quentes têm as suas coisas boas e uma delas é continuarmos com os nossos jantares na varanda. Em dias como este, digamos que o que apetece mesmo são refeições "frescas". O marisco é sempre um prato leve e faz-me tanto lembrar as férias de Verão no Algarve e em Espanha.



- 300g de lulas
- Camarão (usei 20)
- Azeitonas pretas
- 1 limão
- 2 c. chá de tomilho
- Azeite
- Sal e pimenta


Comece por limpar as lulas, lave e corte em argolas de 2cm. Descasque os camarões. Reserve
Leve o azeite a aquecer numa frigideira. Corte o limão em duas metades. Uma das metades, corte em rodelas finas e coloque na frigideira e frite por 30 segundos.
Adicione as lulas e deixe fritar um pouco, em lume bem forte. As lulas vão largar água, por isso deixe fritar até o volume de água reduzir para metade. Junte o camarão, as azeitonas e o tomilho, deixando fritar até as lulas ficarem opacas e macias e o camarão ganhar cor.
Esprema a outra metade do limão na frigideira e tempere com sal e pimenta.
Servi com puré.

Bom apetite

Fonte: receita adaptada do blog Lemon & Vanilla

quarta-feira, 27 de maio de 2015

"Trail Mix" de chocolate

Aqui por casa não somos grandes apreciadores de doces. Claro que há algumas excepções, como os cheescakes e seus derivados. Mas a maior excepção de todas é o chocolate. Adoro chocolate de todas as formas: chocolate quente, em tabletes, bombons recheados (e com recheio de framboesa ou morango é a minha perdição), M&M's, etc, etc, etc... Um ingrediente indispensável na despensa cá de casa é uma tablete de chocolate para culinária, até porque uma sobremesa de última hora, rápida, e que nunca me deixa ficar mal, é a mousse de chocolate. Mas desta vez decidi fazer algo diferente! Quando o M. anda a abrir e a fechar as portas dos armários, sem saber o que comer, é certinho que vai abrir uma tablete e comer um pedaço bem generoso. Então, porque não fazer uns deliciosos chocolates caseiros, simples e rápidos, para adoçar estes momentos?


- 1 tablete de chocolate para culinária
- Bagas de goji
- Sementes de girassol
- Coco ralado

Parta o chocolate em pedaços mais pequenos e derreta em banho-maria, mexendo. Atenção para que o recipiente onde coloca o chocolate a derreter não tocar na água.
Forre um tabuleiro com papel vegetal.
Quando o chocolate estiver totalmente derretido, com a ajuda de uma colher, coloque no papel vegetal, formando círculos. De seguida, decore a gosto. Neste caso usei bagas de goji, sementes de girassol e coco, mas pode também usar amêndoa, amendoins, nozes, entre outros.
Leve ao frigorífico para endurecer.

Delicie-se

terça-feira, 26 de maio de 2015

"Caricas" de gelatina

Domingos são momentos em família, momentos de partilha e alegria! Todos os Domingo por aqui são assim. Como estou longe dos meus pais, os Domingos são passado em casa dos pais do M., com aqueles almoços Minhotos deliciosos, tradicionalmente com carne assada, carregada de amor e sabor. Quase sempre o meu sogro faz um bolo para a sobremesa e, como eu sou uma menina bem comportada e óptima pessoa (ahahah), trata sempre de fazer bolos que eu adoro. Mas os dias têm sido de calor e apetece sempre algo fresco, por isso, este Domingo decidi fazer uma sobremesa fresca. Esta receita encontrei-a nas minhas incursões pelo Pinterest. Adoro o Pinterest! Fotografias tão inspiradoras e "deliciosas". Para além do mais, é tão fácil de fazer, basta ter gelatina, iogurte e um microondas. Vejam só!


- 250g de iogurte grego sem açúcar
- 1 saqueta de gelatina em pó (usei framboesa)
- Rolinhos de cacau


Coloque numa tigela o iogurte e a gelatina em pó. Mexa e leve ao microondas. Programe o microondas para 2 minutos, retirando e mexendo de 30 em 30 segundos, para que o pó da gelatina dissolva completamente. Quando o pó tiver dissolvido, verta para umas forminhas de papel e leve ao frigorífico até solidificar. Retire das formas e polvilhe com rolinhos de chocolate.

Delicie-se

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Arroz da Mãe e uma Bento Box

Esta semana, recebi a minha Bento box da Smartlunch. Tão fofinha!!! É das marmitas mais arranjadinhas que já vi e super moderna e prática para levar para o trabalho. Fiquei super feliz quando recebi a caixa cá em casa, trazida pelo carteiro e ainda mais feliz quando abri e vi que até a embalagem vinha com uma apresentação super cuidada.

Como sabem, o objectivo era aceitar o desafio proposto pela Smartlunch, onde recebiamos uma Bento box para, posteriormente, elaborar uma receita para "marmitar" e partilhar no nosso blog e facebook. Uma das receitas que eu acho super prática no meu leque de conhecimentos culinários, a qual foi uma herança da minha mãe. Aprendi com ela este arroz delicioso, muito fácil de fazer, que nos permite aproveitar as sobras de arroz.



- 1 copo de arroz cozido
- 1 peito de frango grande
- Miolo de camarão (usei 20)
- 50g de alho francês
- 50g de cenoura
- 150g de ervilhas
- 1 ovo
- 1 c. sopa de molho de soja
- Sal grosso e fino


Comece por cozer o frango e o miolo de camarão em água com sal, separadamente. Reserve.
Num tacho, coloque um pouco de azeite e deixe aquecer. Junte o alho francês cortado às rodelas, a cenoura ralada e as ervilhas. Mexa bem e deixe cozinhar por 10 minutos, mexendo de vez em quando. Entretanto,corte o peite de frango já cozido em pedaços. Junte o frango no tacho, juntamente com o miolo de camarão, mexa bem e deixe cozinhar mais 5/10 minutos.
Adicione o arroz e mexa bem, para misturar todos os ingredientes.
Numa tigela, bata um ovo e junte o molho de soja. Tempere com uma pitada de sal fino e mexa bem. Junte ao arroz, mexendo sempre para que o ovo não coza no fundo do tacho, espalhando uniformemente por todo o arroz, durante cerca de 5 minutos.

Bom apetite