segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Tarte de Caju, Coco e Figo

A semana passada foi dia de festa em casa dos meus sogros. A minha sogra festejou mais uma primavera e, como habitual, festeja com toda a família, que ficam já avisados, é enoooormeeeee :) Nestes dias, gosto sempre de ajudar com um docinho e costumo sair-me sempre bem. Mas eram doces carregados de açúcar e tudo o que nos fazia mal. Como sabem, mudei muito nesse aspecto e não seria fiel a mim mesma se, evitando tanto o açúcar e tudo o que é menos saudável, levasse para uma festa uma "bomba"!
 
Desde que entrei no mundo Instagram (para quem ainda não segue, toca a fazer uma visita aqui), tenho tido conhecimento de coisas deliciosas e a Helena Mazza regalou os meus olhinhos com esta receitinha que se segue :) Foram feitas algumas alterações, mas o resultado final foi DELICIOSOOOOOO
 
 
 
Base
- 1 cup de farinha de amêndoa
- 1 cup de coco ralado
- 4 c. sopa de óleo de coco derretido
- 2 c. sopa de mel (adicionar mais se for necessário mais liga na massa)
- 2 c. chá de canela em pó
 
Recheio
- 2 cup de caju (demolhado pelo menos uma hora)
- 2 c. chá de essência de baunilha
- 2 c. sopa óleo de coco derretido
- 2 c. sopa de mel
- 1 lata de creme de coco (ou 1 cup de leite de coco)
 
 
 
Para a base:
Misture todos os ingredientes com as mãos.
Espalhe a massa numa forma de fundo amovível.
Leve ao frio por 15 minutos.
 
Para o recheio:
Bata no liquidificador todos os ingredientes, até obter um creme branco homogéneo.
Despeje o recheio sobre a base e leve ao frigorífico até ao momento de servir, no mínimo 20 minutos.
Decore com metades/rodelas de figos frescos.
 
 
 

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Crepes de Alfarroba e Mirtilos

Há já algum tempo comprei o Pequeno Buda da Iswari, de Mirtilo Mágico. Esta mistura permite a elaboração de papas para o o pequeno-almoço ou lanche dos mais miúdos (e os graúdos também não perdoam, ahah), mas a minha intenção foi comprar para misturar em panquecas, crepes, bolos e afins, até porque na constituição tem açúcar de coco e, apesar de ser um açúcar saudável, não deixa de ser açúcar, devendo ser evitada a sua ingestão por crianças tão pequenas como o J.
 
Para mim mirtilo e chocolate faz todo o sentido, melhor, no meu pensamento de agora, mais saudável, claro, mirtilo e CACAU, mas ainda não ofereci cacau ao J. Uns falam em oferecer a partir dos 12 meses, outros dos 24, por isso, como ainda não me debrucei bem sobre o assunto, vou optando pela alfarroba. E foi assim que surgiram estes deliciosos crepes, simples, fofos e maravilhosos!
 
 
 
 
- 3 ovos de galinhas felizes
- 1 banana da madeira
- 3 c. sopa de água
- 1 c. sopa de óleo de coco
- 1 c. sopa de Pequeno Buda de Mirtilo Mágico
- 1/2 cup de farinha de aveia
- 1 c. chá de farinha de alfarroba
- 1 c. café de bicarbonato de sódio
 
 
Misturar todos os ingredientes com uma varinha mágica.
Espalhar porções da massa numa frigideira anti-aderente e deixar cozer de ambos os lados.